Deep in the meadow, under the willow, a bed of grass, a soft green pillow.
Quarta-feira, 25 de Julho de 2012

Oh dear

O psicólogo mandou-me escrever uma carta aos meus avós paternos, visto que eles não me falam desde certos acontecimentos. Eu quero fazê-lo, mas a única coisa que já escrevi foi "Queridos avós,".

Não faço a menor ideia de como explicar aquilo que sinto e penso a eles, a partir de um bocado de papel e de tinta. Tenho medo de eles olhem para a carta, a leiam e nem sequer me respondam ou liguem. Tenho tanto medo, que isso está-se a apoderar da minha vontade de escrever a carta.

ps: mudei ali o cabeçalho. agora é ele que guarda o meu blog. be afraid.

uma filosofia de agnes hope às 23:46
link | comentar | favoritos?
8 comentários:
De fugiu a 26 de Julho de 2012 às 00:24
Às vezes é difícil arranjar as palavras certas.
Adoro o cabeçalho.


De Persephone Dashwood a 26 de Julho de 2012 às 01:02
adoro o cabeçalho. Também tive várias consultas com a psicóloga, mas os meus problemas eram de ansiedade. de qualquer maneira, boa sorte.


De Lilith Burton a 26 de Julho de 2012 às 01:46
Eu sei que tens coragem e que vais conseguir escrever essa carta. Eu não o que é que aconteceu entre vocês, mas se eles lerem o que vai dentro de ti e tentarem compreender, com certeza que têm de, pelo menos, responder.
Espero que tenhas força e vou agradecer-te porque ler estes posts sobre o psicólogo está a fazer-me considerar ir também e estás a dar-me um pouco mais de coragem para o fazer.


De Tyla a 26 de Julho de 2012 às 11:44
as palavras hão de surgir ... escreve tudo o que sentes, e não te preocupes se eles não vão responder. porque eles gostam muito de ti, e tenho a certeza que querem voltar a contactar te


De bladiceia a 26 de Julho de 2012 às 12:56
bem, eu não sei que acontecimentos foram esses que referes neste post, mas, visto que são teus avós, eu penso que eles não iriam ignorar a tua carta.
as palavras certas para a tua carta hão de aparecer, vais ver.


De bladiceia a 27 de Julho de 2012 às 12:15
oh, pois... não sei. já alguma vez lhes tinhas enviado uma carta?


De bladiceia a 27 de Julho de 2012 às 12:17
então, talvez não te ignorem se enviares uma.
e se não conseguires escrever o que sentes, não sei, desenha.


De bladiceia a 27 de Julho de 2012 às 12:25
boa sorte, então. :)


Comentar post

nos favoritos

pulso

Não existe altura inalcan...

eram jogos

Naufrago

chama-lhe sorte

é.

No fundo.

(onze)

em treze palavras

O chão que pisas sou eu.

entertainment

metade são coisas impossíveis; 101 coisas em 1001 dias

dossier

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

separadores

bitches

blogs

cartas

challenge

estúpido

família

férias

filosofias

hunger games

images

inspira-me

jennifer lawrence

josh

movies

músicas

quotes

school

sem interesse

sobre mim

tumblr

todas as tags

de quem fala comigo

«e tu principalmente estas a ser um anjo do meu blog» - lhuna / «eu gosto de ti, sendo tu normal ou não.» - marie

networks

listography; tumblr; twitter; formspring; goodreads; mahogany - blogspot;

theme by ariana