Deep in the meadow, under the willow, a bed of grass, a soft green pillow.
Sábado, 17 de Março de 2012

Os ventos.

Nem todos os ventos me levam, nem todos me fazem ficar perdida. Só aqueles que me arrastam os cabelos para a cara nos dias em que eu me sinto inútil. De resto, todos me fazem sentir livre e sentir como se fosse levantar voo.

Os outros ventos, são os cortantes. Os que mais me afectam em dias de chuva na minha mente e em dias de trovoada no meu coração. São como agulhas e facas a trespassarem o meu corpo como se ele fosse a coisa mais fácil de perfurar. Os outros, são os sábios da vida. Os que me levantam os pés do chão e me fazem sentir a deslizar. Os sábios da vida porque eu era capaz de ficar o dia todo a ouvi-lo murmurar para mim: Não faças da tua vida um rascunho, podes não ter tempo de passá-la a limpoVive um dia de cada vez, mas como se fosse o último. Os sábios da vida porque correm de forma brutal à volta do meu corpo, mas mesmo assim são leves como penas. São como a vida: inesperados.

separadores:
uma filosofia de agnes hope às 15:05
link | comentar | favoritos?
12 comentários:
De s. a 17 de Março de 2012 às 15:09
pois. isso deve magoar-te por demais, não?


De s. a 17 de Março de 2012 às 15:16
Pois acredito. lamento que assim seja. eu também me magoo claro mas supero muito depressa em comparaçao a algumas pessoas que conheci nessas situações.


De s. a 17 de Março de 2012 às 15:22
pois. eu , em primeiro lugar , sou muito dificil de me apegar a alguém. é preciso muitas provas para construir uma amizade ou uma relaçao com alguém e depois, quando o faço, à primeira falha afasto-me e raramente dou segundas oportunidades. por isso quando me magoo a sério é com pessoas que estão na minha vida há muitos anos e sao poucas, contam-se pelos dedos de uma mão


De marie a 17 de Março de 2012 às 15:25
isto aqui está muito bem escrito, menina inês.


De marie a 17 de Março de 2012 às 15:26
é, tenho de pensar seriamente em mudar.


De s. a 17 de Março de 2012 às 15:27
pois. uma coisa te garanto nao há muitas pessoas assim e vais acabar por perceber que te preocupas tanto com os outros que nao tens ninguém a dar-te atençao. eu coloco-me em primeiro lugar para mim e acho que todos nós deviamos colocar-nos a nós mesmos no primeiro lugar da nossa lista.


De marie a 17 de Março de 2012 às 15:30
sim, quando tu te metes a escrever sai coisinhas bonitas.


De s. a 17 de Março de 2012 às 15:31
Pois. Eu preocupo-me com os meus amigos claro, não penses o contrário, e acredito que eles se preocupam comigo. mas eu também tenho de me preocupar comigo pois , afinal de contas , sou a unica pessoa que está comigo incondicionalmente desde sempre e até ao fim.


De s. a 17 de Março de 2012 às 15:35
eu só quero que te valorizes. não que desvalorizes os outros mas que te valorizes a ti. porque tu tens de ser importante para ti para o poderes ser aos outros.


De marie a 17 de Março de 2012 às 15:35
não sei se desisto ou se destruo o que há dela. aquilo aos poucos anda a matar-me por causa do tempo que não tenho para escrever


Comentar post

nos favoritos

pulso

Não existe altura inalcan...

eram jogos

Naufrago

chama-lhe sorte

é.

No fundo.

(onze)

em treze palavras

O chão que pisas sou eu.

entertainment

metade são coisas impossíveis; 101 coisas em 1001 dias

dossier

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

separadores

bitches

blogs

cartas

challenge

estúpido

família

férias

filosofias

hunger games

images

inspira-me

jennifer lawrence

josh

movies

músicas

quotes

school

sem interesse

sobre mim

tumblr

todas as tags

de quem fala comigo

«e tu principalmente estas a ser um anjo do meu blog» - lhuna / «eu gosto de ti, sendo tu normal ou não.» - marie

networks

listography; tumblr; twitter; formspring; goodreads; mahogany - blogspot;

theme by ariana